top of page
Buscar

1+1=n



Se este pequeno problema for apresentado às pessoas que amam a matemática, eles irão fazer umas perguntas e, de pronto, apresentarão a solução para o mesmo, sem dificuldades. Contudo, o verdadeiro resultado vai depender do envolvimento e disposição de cada um. Mas, como assim?

Este problema trata do nosso envolvimento com as pessoas, fala da nossa vida relacional. Se desejamos desenvolver amizades devemos, acima de tudo, desejar envolver-nos com as pessoas, não forçando-as a serem como nós e muito menos pressionando-as a terem o nosso estilo de vida. É fundamental estar com elas, partilhado a vida, sabendo que partilhar a vida é alegrarmo-nos com elas e, acima de tudo, chorarmos juntos nos momentos de crise (Rm 12.15). Para desenvolver novas amizades, para relacionar-se é fundamental ser transparente, leal e permitir que os outros vejam em nós as marcas do Senhor (Gl 6.17).

Relacionar-se com as pessoas e desenvolver amizade não é compactuar com o que está errado, mas sim é respeitar a liberdade do outro, como também nos mantermos firmes em nossos posicionamentos. Na área da espiritualidade é preciso respeitar a opinião do outro, mas também ter a coragem para afirmar que nem todos os caminhos levam a Deus, pois a Escritura declara “há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem” (1 Tm 2.5). É apresentar Jesus como o Caminho que leva a Deus, o único que pode nos salvar, nunca a nossa preferência religiosa e as nossas esquisitices.

É ver, sentir e se compadecer como o próprio Senhor Jesus (Mt 9.36). É entender que há pessoas desgarradas que necessitam ouvir a voz do Mestre. Sendo assim, é ser o instrumento que será utilizado pelo Senhor para resgatar essa pessoa, afim de que ela possa ressignificar sua vida e encontrar sentido para si.

Olhando o problema, pergunto-me qual será a solução?

Não respondo por ninguém. Falo por mim e utilizo a canção de Beatriz Augusta Correa da Cruz: “A começar em mim”. Portanto, não vou esperar por ninguém, irei sair ao encontro das pessoas e vou entregar-me, sem ficar à espera que me peçam ajuda. Que eu esteja lá, mesmo calado, mas mostrando solidariedade.

Se agirmos assim, se tão somente tivermos a coragem de sermos transparentes e formos ao encontro do outro numa atitude sincera, com o desejo de relacionarmo-nos em harmonia, já imaginaram o resultado e a dinâmica que a sociedade terá?

A mudança é a partir de mim. Eu quero ir ao encontro do meu próximo, e tu?


#vida #próximo #relacionamento #iniciativa

52 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page