top of page
Buscar

A prática do evangelho



A vida é um aprendizado e o que se aprende deve ser colocado em prática. Sendo assim, muito mais do que a teoria, é essencial por em prática em prática os ensinamentos de Cristo, pois, caso contrário, a teoria fica no vazio. Jesus, no grupo dos seus seguidores, escolheu doze homens, e preparou-os para que pudessem dar continuidade ao seu ministério. Sendo assim, eles tiveram que colocar em prática aquilo que estavam aprendendo com o Mestre. Ainda segunda a Bíblia, esses discípulos, deixaram a teoria para por em prática o que Mestre lhes disse para fazer. O evangelho de Marcos traz um relato que pode ser lido a seguir:


Reuniu os Doze e começou a enviá-los de dois em dois, dando-lhes autoridade para expulsar espíritos impuros. Instruiu-os a não levar coisa alguma na viagem, exceto um cajado. Não poderiam levar alimento, nem bolsa de viagem, nem dinheiro. Poderiam calçar sandálias, mas não levar uma muda de roupa extra. Disse ele: “Onde quer que forem, fiquem na mesma casa até partirem da cidade. Mas, se algum povoado se recusar a recebê-los ou a ouvi-los, ao saírem, sacudam a poeira dos pés como sinal de reprovação”. Então eles partiram, dizendo a todos que encontravam que se arrependessem. Expulsaram muitos demônios e curaram muitos enfermos, ungindo-os com óleo” (Mc 6.7-13).


Quais são as lições que esse texto nos apresenta?


A primeira lição é que os discípulos devem seguir o exemplo de seu Mestre. Portanto, espera-se que os discípulos ensinem e preguem o evangelho como o Mestre e que manifestem a autoridade que receberam para romper com as obras das trevas, promovendo assim liberdade aos que estão cativos pelos espíritos impuros.


Ademais, os discípulos precisam fazer o que o Mestre fez e confiar plenamente no que o Mestre falou.


A segunda lição é que os discípulos devem obedecer às determinações do Mestre. O texto afirma que o Mestre reuniu os doze e os enviou de dois em dois, ou seja, eles saíram em obediência à voz do Senhor e fizeram o que Ele determinou.


Os discípulos devem obedecer à voz do Mestre e fazer o que Ele determina e por isso, vemos os discípulos seguindo e ensinando e pregando o evangelho fazendo tudo aquilo que o Senhor determinou que eles fizessem.


Por último, quem segue as ordens do Mestre deve viver dependendo da providência de Deus. O Senhor falou claramente que eles não deveriam levar nada, teriam que ficar onde fossem hospedados e dependendo do cuidado de Deus e da provisão do Senhor, que utilizaria as pessoas para abençoar e cuidar dos seus discípulos. Portanto, o discípulo não deve olhar para ganhos, para riquezas e buscar seus próprios interesses, mas precisa ter uma vida abnegada doando-se, confiando na providência e cuidado de Deus.


Os discípulos devem seguir as pegadas do Mestre, devem, em obediência, fazer o que o Senhor determina. Sendo assim, não é ser ouvinte, mas praticante. Portanto, muito mais do que ficar escutando o evangelho é preciso vivê-lo.


#Jesus #evangelho

65 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page