Buscar

A súplica

"E orou Jonas ao Senhor, seu Deus, lá das entranhas do peixe; e disse: Na minha angústia clamei ao senhor, e ele me respondeu; do ventre do Seol gritei, e tu ouviste a minha voz." (Jonas 2.1-2)


Ninguém gosta do sofrimento. Na realidade não entendemos o sofrimento e até nos revoltamos contra ele. Pensamos que é injusto sofrer. Não analisamos que o sofrimento está diretamente relacionado com as nossas atitudes.

Alguém já disse que o mundo ficou adulto demais. É verdade, por isso é que ele é tão carrancudo. Vivemos em uma sociedade insensível, egoísta e que só busca os seus próprios interesses. Em um mundo assim, não há espaço para Deus e para o próximo. Não nos preocupamos com mais ninguém. Vivemos fechados em nós próprios. Fechados em nosso mundo, muitas vezes somos lançados nas profundezas da solidão, do desespero. Nos vemos tragados pela violência. Nos desesperamos. Para arranjar uma solução para os nossos problemas, tentamos tudo. Corremos de um lado para o outro. Como última instância, lembramos de Deus. Na angústia e no sofrimento nos voltamos para Deus.


O nosso texto mostra justamente isso. Mesmo Jonas, sendo um profeta, conhecendo Deus. Ele só busca a Deus quando está no mais profundo desespero. Quando acha que ninguém mais pode dar solução para o seu problema. Contudo, há algumas lições importantes, nas quais devemos meditar. Muitas vezes a angústia profunda é o meio pelo qual Deus está salvando a nossa vida. Parece absurdo, mas é verdade. Jonas estava no fundo do mar. Tragado por um monstro marinho que Deus preparou para conduzi-lo a um determinado lugar. Jonas imaginava que era o seu fim. Deus via como a sua salvação. Muitas vezes, nossas tristezas e dores profundas são o caminho que Deus está a utilizando para a nossa salvação.

É no meio da dor intensa que despertamos para realidade da súplica. É no momento de crise que lembramos da oração e reconhecemos que não podemos solucionar os nossos problemas mais íntimos. Necessitamos de Deus. É neste momento que abrimos nossas bocas em oração. A angústia, o vazio existencial podem servir como o primeiro passo para uma súplica sincera ao Senhor Criador dos céus e da terra.

São nos momentos de crise que aprendemos a contemplar a actuação de Deus, pois são nesses momentos que nos voltamos para Ele. É diante da nossa incapacidade que compreendemos que Deus ouve à nossa súplica e nos responde. É no mais profundo desespero que podemos compreender que há um Deus, maior que a nossa dor. Há um Deus que está ao alcance de uma oração sincera e que vem ao nosso encontro e liberta-nos, resgatando-nos para que possamos desfrutar de uma nova vida.


Há momentos de dor e angústia na vida de todos nós. Há momentos em que pensamos que não há saída. Estamos no fundo do poço. Este é o momento de olhar para o alto e ver que o Senhor tem a situação sob controlo e nos conduzirá a bom porto. Sendo assim, nesse momento de dor, faça uma súplica ao Senhor, pois Ele o ouvirá.


#sofrimento #súplica #dor #oração

78 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo