Buscar

Agente terapêutico



Vivemos dias difíceis em que enfrentamos uma pandemia e, portanto, reconhecemos que estamos fragilizados e no meio de um povo enfermo. Além do mais, estamos passando por um momento de dor e tristeza profundos. É percebendo o que acontece em nossos dias, que sou levando ao que escreveu Mateus: “Jesus percorria todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando todo tipo de doenças e enfermidades (Mt 9.35). Portanto, quem aceita o desafio de caminhar com Cristo deve levar cura às pessoas e tem que reconhecer que o mundo está doente, enfermo. Vivemos sob o efeito de uma pandemia muito maior que o Covid-19, é a pandemia da poluição da mente, do pecado e o discípulo, aquele que caminha com Cristo, precisa levar a cura ao mundo.

Mateus afirma que Jesus peregrinava levando cura. O termo cura (gr. therapeuō) no grego clássico tinha a ideia de “estar em serviço”, no sentido de adoração cultual. Sendo assim, a ideia clássica era “servir”, no sentido de “venerar” os deuses. Entretanto, no NT o termo aparece 43 vezes e destas, 40 nos sinóticos e em Atos. O termo não é utilizado no seu sentido profano de “servir” e sim o de curar. O Senhor Jesus revestiu seus discípulos com esta mesma capacidade (Mt 10.1,8; Mc 6.13; Lc 9.1,6). Portanto, o cristão tem que ser um agente terapêutico, uma pessoa que leva a cura.

Vejamos o que podemos aprender com esta passagem

Os discípulos devem promover cura espiritual. Jesus veio para curar o nosso dilema espiritual e é esta a interpretação que Pedro faz de Isaías 53, quando afirma: “Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados” (1 Pe 2.2). Portanto, a primeira interpretação de Isaías é sobre o nosso dilema espiritual. O discípulo que caminha seguindo o exemplo do Senhor é um agente de cura espiritual, que na verdade é permitir que as pessoas recebam a verdadeira vida, pois receber a cura do Senhor é receber vida e vida abundante (Jo 10.10; Cl 3.1). A pessoa que compreende quem é o Senhor Jesus e o aceita recebe vida. É liberto da sua doença espiritual e recebe vida. Ele veio para os que estão doentes. A cura espiritual concede vida à pessoa.

Aquele que caminha com Cristo deve levar cura emocional às pessoas, pois, segundo os evangelhos, Jesus caminhava curando as pessoas de todos os seus dilemas. Para ilustrar esse aspecto recordemos o encontro de Jesus com a samaritana, pois em seguida ela foi à sua cidade e já não tinha medo de falar com os demais. Ela já não temia o seu passado (Jo 4.1-42). Zaqueu, após ter-se encontrado com Jesus, mostrou que sua vida foi completamente modificada e que ele não é mais o centro da sua própria vida (Lc 19.1-10).

Quem caminha com Cristo deve levar cura emocional às pessoas. É mostrar que em Cristo somos livres da culpa, como Paulo escreve: “Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito” (Rm 8.1). Portanto, quem peregrina com Cristo, precisa promover cura emocional para as pessoas, permitir que elas desfrutem do shalom de Deus e o shalom é muito mais do que paz, é estar inteiro, unindo as diferentes partes de sua vida, sem que haja divisão na sua alma, é não estar em luta consigo próprio. Desejar o shalom a alguém é desejar-lhe a bênção da inteireza e da integridade.

Quem caminha com Cristo deve promover cura física. Sei que este é um terreno escorregadio, mas a Bíblia diz que Deus não mudou. A Bíblia continua a ser a Palavra de Deus e nela encontramos a promessa do Senhor aos seus discípulos (Mc 16.14-18). Creio na cura física, creio na imposição das mãos, mas tenho consciência de que Deus cura quem quer, quando quer e onde quer, mas precisamos ter a coragem de orar pelos enfermos confiando no agir do Senhor. Tiago, afirma o seguinte: “Algum de vós está doente? Chame os presbíteros da igreja, para que eles orem por ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor; e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e se houver cometido pecados, será perdoado.” (Tg 5.14-15).

Aquele que caminha com o Senhor necessita ser terapêutico, deve levar cura as pessoas. Quem caminha com o Senhor, sendo agente terapêutico, está revestido do poder do Espírito Santo de Deus e teme ao Senhor e atua confiado do no Senhor.

O cristão deve caminhar levando cura espiritual, que é a salvação e libertação das garras do diabo. Ele deve ser alguém que propicia a cura emocional, rompendo com o ciclo da culpa, deixando o homem livre para desfrutar da integridade, mas também deve promover a cura física às pessoas. Portanto, o discípulo caminha manifestando o poder do Senhor.


#Cristo #vidaespiritual

65 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Negue-se