Buscar

Altos e baixos


Na caminhada da vida, no processo de desenvolvimento humano, vamos tendo momentos de sucesso, mas também enfrentamos o fracasso. Há momentos de pura glória, mas também existem os momentos de humilhação e derrota. Logo, seguimos pela vida oscilando com altos e baixos, não muito diferente do que acontece na caminhada cristã. Esse aspecto fica patente na narrativa de Mateus:


“Logo em seguida, Jesus insistiu com seus discípulos que voltassem ao barco e atravessassem até o outro lado do mar, enquanto ele despedia as multidões. Depois de mandá-las para casa, Jesus subiu sozinho ao monte a fim de orar. Quando anoiteceu, ele ainda estava ali, sozinho. Enquanto isso, os discípulos, distantes da terra firme, lutavam contra as ondas, pois um vento forte havia se levantado. Por volta das três da madrugada, Jesus foi até eles, caminhando sobre as águas. Quando os discípulos o viram caminhando sobre as águas, ficaram aterrorizados. É um fantasma! gritaram, cheios de medo. Imediatamente, porém, Jesus lhes disse: Não tenham medo! Coragem, sou eu! Então Pedro gritou: Se é realmente o senhor, ordene que eu vá caminhando sobre as águas até onde está! Venha! respondeu Jesus. Então Pedro desceu do barco e caminhou sobre as águas em direção a Jesus. Mas, quando reparou no vento forte e nas ondas, ficou aterrorizado, começou a afundar e gritou: "Senhor, salva-me! No mesmo instante, Jesus estendeu a mão e o segurou. Como é pequena a sua fé! disse ele. Por que você duvidou? Quando entraram no barco, o vento parou. Então os outros discípulos o adoraram e exclamaram: De fato, o senhor é o Filho de Deus! Depois de atravessarem o mar, chegaram a Genesaré. Quando o povo reconheceu Jesus, a notícia de sua chegada se espalhou rapidamente por toda a região, e trouxeram os enfermos para que fossem curados. Suplicavam que ele deixasse os enfermos apenas tocar na borda de seu manto, e todos que o tocavam eram curados” (Mt 14.22-36). 

Quais são os ensinamentos desse texto para nós?


A caminhada com Cristo exige obediência. Essa narrativa é maravilhosa, pois mostra os discípulos junto ao Mestre. Porém, em determinado momento o Senhor disse que eles deveriam voltar para o barco e atravessar para o outro lado do mar, e isso foi o que eles fizeram. Depois, vemos o Senhor chamando Pedro para andar sobre as águas, algo que ele prontamente obedece. Perceba, Jesus não quer sacrifícios, Ele deseja que sejas obediente à sua voz. Portanto, se desejas caminhar com Cristo, deves estar disposto a obedecê-lo.


O texto também mostra que a caminhada com Cristo exige confiança. Os discípulos estavam no barco e quando viram o Senhor ficaram aterrorizados achando que era um fantasma, tendo o Senhor os tranquilizado. É quando Cristo ordena a Pedro para que ele fosse caminhando sobre as águas até onde Jesus estava. Aqui vemos duas realidades da caminhada cristã. Pedro obedeceu e confiou no que o Senhor disse e, por isso, caminhou sobre as águas. Quem caminha com Cristo deve confiar no Senhor.

O texto também mostra que quem caminha com Cristo esmorece diante das circunstâncias. Pedro conseguiu conciliar ousadia e fraqueza. Quando ele reparou no vento forte e nas ondas teve medo e começou a afundar. Toda a sua ousadia foi esquecida por tirar os olhos do Mestre e se ater à circunstância. Portanto, Pedro afundou. É fundamental entender que o extraordinário acontece quando nossos olhos estão em Cristo, mas quando permitimos que as circunstâncias nos dominem, o medo se apodera e então fracassamos.

Por último, para não fracassar na caminhada cristã é essencial suplicar pela salvação do Senhor. Pedro quando viu que fracassava clamou a Jesus que estendeu a mão e o segurou. Portanto, a salvação e o sucesso da caminhada não é pelo que o homem faz, mas sim pelo que Deus faz.

Há pessoas que gostam de censurar Pedro, mas ele foi o único a andar sobre as águas. Ele ousou sair do barco obedecendo a voz do Mestre, mostrando toda a sua confiança no Senhor e, quando as circunstâncias o encheram de medo e o fizeram cair, mais uma vez ele ergueu sua voz ao Mestre que o resgatou e o salvou. A questão que fica é: Estás obedecendo e confiando no Senhor?

98 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo