Buscar

As aparências enganam



Eles eram o casal ideal, o par perfeito e estavam acima de quaisquer suspeitas. Não apenas isso, eles eram um exemplo de solidariedade social e vida a dois e somado a tudo isso, ela com uma vida política ativa e ambos líderes na igreja, pastores, admirados e respeitados na sociedade.

O que ninguém sabia era que o casal modelo, de modelo não tinha nada. Eles se digladiavam e se for verdade o que foi publicado sobre eles, o verdadeiro deus deles, era mamom e quem ama mais o dinheiro que as pessoas, acaba destruindo os relacionamentos e foi o que aconteceu com a relação deles, mas o fim foi trágico porque terminou em um assassinato.

A pastora e deputada Flordelis tem muito o que explicar e não sou eu quem irei julgá-la, mas ao dizer: "Separar dele não posso, porque senão ia escandalizar o nome de Deus...” me faz refletir em alguns pontos.

Primeiro, se for verdade tudo o que é dito, separados eles já estavam, só que se aturavam por causa do dinheiro e precisavam manter as aparências.

Segundo, ao dizer que não pode separar porque iria escandalizar o nome de Deus é simplesmente fugir da realidade. Se não desejava que buscasse ajuda para reconciliação.

Terceiro, a morte também gera um grande escândalo e lógico que muitas pessoas se decepcionam e perdem toda a confiança nos chamados líderes religiosos.

Refletindo na tragicidade dessa história, e por causa do nome da mulher me lembrei da canção de Djavan que diz:


Valei-me, Deus!
É o fim do nosso amor
Perdoa, por favor
Eu sei que o erro aconteceu
Mas não sei o que fez
Tudo mudar de vez
Onde foi que eu errei?
Eu só sei que amei,
Que amei, que amei, que amei
Será talvez
Que minha ilusão
Foi dar meu coração
Com toda força
Pra essa moça
Me fazer feliz
E o destino não quis
Me ver como raiz
De uma flor de lis
E foi assim que eu vi
Nosso amor na poeira,
Poeira
Morto na beleza fria de Maria
E o meu jardim da vida
Ressecou, morreu
Do pé que brotou Maria
Nem margarida nasceu.
E o meu jardim da vida
Ressecou, morreu
Do pé que brotou Maria
Nem margarida nasceu.

Uma relação que chegou ao fim, um homem que foi morto na beleza fria de sua Maria e todos ficam chocados e incrédulos. Entretanto, esse acontecimento me ensina o seguinte:

Quando não tratamos devidamente os problemas, quando fazemos de conta que tudo se resolveu e acumulamos a ira e vamos nos encolerizando, vai chegar um ponto que não suportaremos mais e a tragédia pode acontecer.

Quando investimos nas coisas desprezamos as pessoas, os fins justificam os meios para conseguirmos tudo o que desejamos e não nos importamos de descartar pessoas e até mesmo de passar por cima delas

É essencial entender que não se pode viver de aparência. Um dia a máscara cai e quando ela cai, a tragédia pode acontecer.

Flordelis foi ao extremo, mas eu não sou diferente dela. Somos todos cruéis, somos todos capazes de cometer barbáries. Espero que tanto ela, quanto os que participaram desse crime horrendo sejam julgados.

Eu reconheço toda maldade que foi praticada, espero que a justiça seja feita, mas lembro as palavras do Mestre que disse: “Aquele dentre vós que estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra.” (Jo 8.7). Não vou atirar pedra alguma, mas vou pedir ao Senhor que tenha misericórdia de mim, pecador.


#vida #aparências #máscara #ensinamentos

75 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Negue-se