Buscar

De quem é a culpa?



O jornal O SEMANÁRIO de (07/05/99), publicou uma reportagem intitulada: ESPIRAL DE VIOLÊNCIA? A reportagem era uma tentativa para descobrir o que estava gerando tanta violência no mundo. Como pastor poderia dizer de modo reducionista que a espiral de violência é fruto do pecado. Contudo, isto não explica a complexidade do problema.

Maston em seu livro ''A Família e o Seu Futuro" afirma que quando a família falha, a sociedade falha.

Portanto, afirmamos que o que vivemos hoje é consequência de famílias desestruturadas. Fruto de uma sociedade individualista, onde cada um olha por si e ninguém não se preocupa com o seu semelhante. A sociedade atual é fruto de famílias desajustadas, de pais ausentes e permissivos. Sendo assim, ela está colhendo o que semeou. A Bíblia declara: ''Cada um há-de colher aquilo que semeou. Aquele que semeia o que agrada maus instintos, terá uma colheita de perdição, mas quem semeia o que agrada ao Espírito, terá uma colheita de vida eterna". (G16.7-8). Não basta dizer que se é cristão. É preciso semear os valores cristãos na família. É preciso entender que "Se o Deus Eterno não construir a casa, é inútil o trabalho dos que a edificam" (Sl127.1a BLH). Nossa construção familiar deve ser fundamentada nos princípios que Deus nos dá na sua Palavra, Como estamos edificando nossas famílias?


Casamentos são feitos na terra. São alimentados aqui. Pais devem educar os seus filhos com princípios bíblicos. Não devem ser permissivos, não devem ter medo da correção, mas não podem transferir e muito menos descontar suas frustrações e revoltas nos filhos, pois se assim o fizerem, estes ficarão irados e a Bíblia declara que os pais não podem provocar a ira aos filhos (Ef 6.4). Os pais devem ser presentes e um modelo para seus filhos.

No livro ''As Quatro Maldições", Caio Fábio afirma: "pais gelados criam filhos sem emoções; pais estúpidos criam filhos fracos ou violentos; pais ausentes ou indiferentes criam filhos com forte tendência homossexual; pais adúlteros criam filhos sexualmente deformados; pais bêbados quase sempre criam filhos sem carácter; pais preguiçosos criam filhos irresponsáveis, sem futuro, sem perspectiva para existir". Que tipo de pais somos?

Antes de afirmarmos que a culpa é da televisão, da sociedade, lembremos do conselho bíblico que nos exorta ao seguinte: "Pais, não irritem os vossos filhos. Mas eduquem-nos com disciplina e equilíbrio, em nome do Senhor" (Ef 6.4). Façamos assim e teremos uma sociedade diferente para honra e glória de Jesus


#família #filhos #ensinar

129 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Aprenda