Buscar

Explodir meu coração de amor



O viver é feito de perdas e ganhos. Há muito mais perdas do que ganhos e por isso, quem não sabe lidar com as perdas acaba amargando-se e amargando a vida dos outros. Viver é ter que enfrentar muitas lutas, reconhecer as feridas abertas, as pancadas sofridas e perceber que tudo isso, deixa o coração fragilizado, o ser desconfiado, mas mesmo assim, é um coração que deseja se abrir a uma relação restauradora.

Quanta gente ferida, sofrida que caminha pela vida solitária com medo de ter mais uma decepção? Quanta gente que vive sangrando e a sangrar os outros? Quantas e quantas pessoas estão sofrendo e querendo apenas um abraço amigo, alguém que lhes acolha e as aceitem do jeito que elas são?

Seria magnífico que em vez de muralhas, construíssemos pontes e em lugar da segregação o acolhimento. No livro Os irmãos inimigos Nikos Kazantzakis afirma que: “Existem sete céus e sete universos. Porém, não bastam para conter Deus. E no entanto o coração do homem é suficiente para contê-lo. Cuidado para ferir o coração do homem, já que é a morada de Deus”. Sim, é essencial ser um reconciliador, levar a paz e acolher aqueles que estão prestes a implodir.

É fundamental olhar para o outro e percebê-lo na sua integralidade, ua vez que é essencial compreender que o sofrimento faz parte da vida. No livro Saber viver num mundo incerto Harold Kushner afirma: “Toda gente sofre mas nem toda gente desespera. O desespero só é consequência do sofrimento quando a angústia nos separa uns dos outros. O mesmo sofrimento que leva uma pessoa perder toda a esperança, pode com a mesma facilidade, promover empatia, uma proximidade sincera com a dor de outra pessoa e o desfrute do tempo passado com aqueles que amamos, sabendo que será breve e, por isso mesmo, ainda mais precioso”. Quando leio as Escrituras e observo todos aqueles que são os nossos heróis, aqueles que olhamos e desejamos copiar o estilo de vida deles, percebemos que todos passaram por dores intensas, mas em momento algum desistiram da caminhada até porque permitiram que seu coração minado explodisse de amor numa relação com Aquele que é o Amor.

Quanta gente, há nesse momento, a sofrer, que se encontra angustiada e desejando ser acolhida e amada, apesar de reconhecer a razão que encontra-se em tal estado? E tudo isso encontra-se refletido na bela canção Campo Minado, que foi interpretada de modo magnífico por Jessé. A letra diz:


"Já andei por tantas terras
Já venci mil guerras
Já levei porradas dominei meu medo
Já cavei trincheiras no meu coração
Descobri nos pesadelos sonhos mutilados
E acordei no meio de anjos cansados
De serem usados pela solidão
Ah! Meu coração é um campo minado
Muito cuidado ele pode explodir
E se depois de tão dilacerado
For desarmado por quem há de vir
Alguém que queira compensar a dor
Plantar o sonho e ver nascer a flor
Alguém que queira então me residir
E explodir meu coração de amor
Ah! Meu coração é um campo minado
Muito cuidado ele pode explodir
E se depois de tão dilacerado
For desarmado por quem há de vir
Alguém que queira compensar a dor
Plantar o sonho e ver nascer a flor
Alguém que queira então me residir
E explodir meu coração de amor"

Jessé foi criado nos bancos da igreja e foi ensinado que Aquele que havia de vir, já veio e Ele plantou o sonho, fez nascer a flor e explodiu o coração de amor, Ele é o próprio amor e provou quanto nos ama ao morrer na cruz por nós (Jo 3.16; Rm 5.8) e, esse amor que veio me residir e fazer meu coração explodir de amor.


#vida #amor #coração

60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo