Buscar

Incredulidade



Há um dito popular de uso corrente que afirma que: “o pior cego é aquele que não quer ver”. Pensando nesse dito popular, quantas vezes fechamos os nossos olhos para não ver e compreender a realidade à nossa volta? Assim também aconteceu nos dias de Jesus, quando os fariseus se recusavam ver quem era realmente o Mestre. Há um episódio claro sobre essa realidade no evangelho de Marcos que diz:


Alguns fariseus vieram ao encontro de Jesus e começaram a discutir com ele. Para pô-lo à prova, exigiram que lhes mostrasse um sinal do céu. Ao ouvir isso, Jesus suspirou profundamente e disse: “Por que este povo insiste em pedir um sinal? Eu lhes digo a verdade: não darei sinal algum aos homens desta geração”. Então ele os deixou, entrou de volta no barco e atravessou para o outro lado do mar. (Mc 8.11-13). 

O que aprendemos com esse texto?


Primeiro, não entre em discussão com quem não deseja mudar. Os fariseus foram até Jesus e pediram um sinal, mas eles não desejavam mudar a sua posição, queriam apenas tentar o Mestre. Eles eram fechados, se julgavam os donos da verdade e buscavam um motivo para acusá-lo, mas o Senhor não alimentou o desejo daqueles religiosos fechados, cegos para a verdade espiritual.


O Senhor Jesus nos ensina que o silêncio é a melhor resposta para aqueles que anseiam destruir a nossa vida. Portanto, não entre em discussão vã, mas seja o sinal de Deus às pessoas.


É interessante perceber que os fariseus foram até Jesus pedindo algo extraordinário, milagroso ao que o Mestre suspirou e lhes disse que não lhes daria nenhum sinal assim. Logo, eles não veriam nada de extraordinário, pois o sinal era Ele mesmo, o próprio Jesus Cristo. é preciso entender que Jesus é o sinal de Deus para os homens na Terra e, sendo Ele suficiente, o discípulo não pode querer coisas extraordinárias, espetaculares na tentativa de manifestar os sinais de Deus. Cabe ao discípulo, com a sua vida ser o sinal de Deus, ou seja, o discípulo deve ser a mensagem.


Por último, afaste-se de quem não deseja mudar de vida. Esse relato tem um final triste, pois os fariseus tentam o Mestre, recusam-se a reconhecê-lo e por isso, o Senhor entrou no barco e os deixou, não caminhou com eles, não ficou perto deles, mas foi para o outro lado.


Aprenda a não caminhar com quem é inflexível e pensa ser o dono da verdade. Afaste-se de quem não esteja aberto a trilhar por um novo caminho.


Um grupo de fariseus, religiosos embrutecidos e presos à tradição foi até o Senhor Jesus para tentá-lo e assim, descredibilizá-lo, porém a atitude do Mestre foi não entrar em discussão e simplesmente ser quem Ele é, sem ter que provar nada, ao passo que simplesmente afastou-se de todos. Nesse sentido, o Mestre fez uso da máxima de que “não brigam dois quando um não quer”. Portanto, o Mestre evitou a confusão e seguiu o seu caminho. Que tal fazer o mesmo?


#Jesus #ensinamentos

83 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo