Buscar

Jesus: O Deus que nos acolhe


Diariamente, ouvimos os relatos sobre a guerra que está sendo travada entre Rússia e Ucrânia e, ouso afirmar que já demos o início à terceira grande guerra, haja visto as sanções e o envio de armas de muitos países para apoiar a Ucrânia. Portanto, a guerra já se iniciou, mas espero que esse conflito não se prolongue. Entretanto, podemos ver, como resultado desse fato, milhares de pessoas que tentam abandonar o seu país, pois buscam encontrar um lugar seguro em que possam se refugiar. Nesse sentido, isso acontece porque elas desejam viver em paz e segurança ao buscarem um lugar onde sejam acolhidas. As pessoas estão buscando um lugar seguro, querem encontrar refúgio e nesse sentido, recordo as palavras do salmista: “Aquele que habita no abrigo do Altíssimo encontrará descanso à sombra do Todo-poderoso. Isto eu declaro a respeito do Senhor: ele é meu refúgio, meu lugar seguro, ele é meu Deus e nele confio” (Sl 91.1-2). Em Deus há segurança e refúgio, o Senhor Jesus é o Deus do acolhimento que chama todos para estar junto de Si, pois deseja que todos encontrem descanso, quando disse:


“Venham a mim todos vocês que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo. Deixem que eu lhes ensine, pois sou manso e humilde de coração, e encontrarão descanso para a alma. Meu jugo é fácil de carregar, e o fardo que lhes dou é leve” (Mt 11.28-30). 

O que aprendemos sobre o Deus que nos acolhe?


Primeiro, Jesus chama a todos indistintamente. Portanto, o Deus que nos acolhe é o Deus da aceitação e quer que todos encontrem descanso, ou seja, o Senhor quer que todo ser humano viva de maneira plena, leve e descansados. O seu convite engloba todas as pessoas e, portanto, é um convite pacificador, pois todos deverão viver em harmonia como harmonioso foi o Mestre.

Segundo, Jesus, o Deus que nos acolhe, não nos sobrecarrega com imposições, não nos chama para vivermos presos a um conjunto de regras. O convite de Jesus é para que possamos aprender a ser como Ele e a viver em liberdade, manifestando aos demais mansidão e humildade.


Terceiro, Jesus deseja acolher a todos e isso implica dizer que Ele é livre dos preconceitos sociais. Jesus, o Deus que acolhe, recebe junto de Si as mulheres, os corruptos e chega a dizer que “publicanos e prostitutas precederão, no Reino dos Céus, os orgulhosos guardiães da Lei”. Ou seja, o Senhor acolhe a todas as pessoas, está pronto para receber quem quer que seja, mas aquele que ouve o chamado d’Ele deve estar disposto a aprender com Ele e d’Ele, para que possa ser, nesse mundo, uma pessoa livre e disposta a conviver e a receber todos aqueles que ficam alijados por causa do preconceito.

O salmista declarou que “aquele que habita no esconderijo do Altíssimo encontrará descanso à sombra do Todo-Poderoso” e o Senhor Jesus, o Deus que nos acolhe, convida a todos para que possam encontrar descanso n’Ele e por Ele serem acolhidos. Vais aceitar o chamado de Jesus, o Deus que nos acolhe?

93 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo