Buscar

O regresso



Jesus havia morrido e além da tristeza que invadiu o coração de cada um deles, também foram tomados pela desesperança e todos os sonhos ruíram. O que restava era regressar para casa e foi o que eles fizeram. A narrativa do texto diz:


Naquele mesmo dia, dois deles estavam indo para um povoado chamado Emaús, a onze quilômetros de Jerusalém. No caminho, conversavam a respeito de tudo o que havia acontecido. Enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou e começou a caminhar com eles; mas os olhos deles foram impedidos de reconhecê-lo. Ele lhes perguntou: "Sobre o que vocês estão discutindo enquanto caminham?" Eles pararam, com os rostos entristecidos. Um deles, chamado Cleopas, perguntou-lhe: "Você é o único visitante em Jerusalém que não sabe das coisas que ali aconteceram nestes dias?" "Que coisas?", perguntou ele. "O que aconteceu com Jesus de Nazaré", responderam eles. "Ele era um profeta, poderoso em palavras e em obras diante de Deus e de todo o povo. Os chefes dos sacerdotes e as nossas autoridades o entregaram para ser condenado à morte, e o crucificaram; e nós esperávamos que era ele que ia trazer a redenção a Israel. E hoje é o terceiro dia desde que tudo isso aconteceu. Algumas das mulheres entre nós nos deram um susto hoje. Foram de manhã bem cedo ao sepulcro e não acharam o corpo dele. Voltaram e nos contaram que tinham tido uma visão de anjos, que disseram que ele está vivo. Alguns dos nossos companheiros foram ao sepulcro e encontraram tudo exatamente como as mulheres tinham dito, mas não o viram". Ele lhes disse: "Como vocês custam a entender e como demoram a crer em tudo o que os profetas falaram! Não devia o Cristo sofrer estas coisas, para entrar na sua glória? "E começando por Moisés e todos os profetas, explicou-lhes o que constava a respeito dele em todas as Escrituras. Ao se aproximarem do povoado para o qual estavam indo, Jesus fez como quem ia mais adiante. Mas eles insistiram muito com ele: "Fique conosco, pois a noite já vem; o dia já está quase findando". Então, ele entrou para ficar com eles. Quando estava à mesa com eles, tomou o pão, deu graças, partiu-o e o deu a eles. Então os olhos deles foram abertos e o reconheceram, e ele desapareceu da vista deles. Perguntaram-se um ao outro: "Não estavam ardendo os nossos corações dentro de nós, enquanto ele nos falava no caminho e nos expunha as Escrituras? "Levantaram-se e voltaram imediatamente para Jesuralém. Ali encontraram os onze e os que estavam com eles reunidos, que diziam: "É verdade! O Senhor ressuscitou e apareceu a Simão!" Então os dois contaram o que tinha acontecido no caminho, e como Jesus fora reconhecido por eles quando partia o pão” (Lc 24:13-35).

Esse texto é simplesmente magnífico!

O texto mostra-nos que Jesus não desiste dos seus. O texto mostra-nos dois discípulos que mesmo tendo escutado o relato das mulheres e de Pedro e João, não creram. Estavam decepcionados e decidiram regressar para suas casas, desistiram da caminhada com Cristo, e decidem deixar Jerusalém, regressando para Emaús, realizando uma caminhada de onze quilômetros. É nesse caminho que Jesus se junta e vai com eles, pois o Mestre não desiste dos seus.

A segunda lição é que o Senhor tem interesse genuíno em escutar o que vai em nosso ser. Jesus vai caminhar com os discípulos e pergunta-lhes sobre o que eles estavam falando e assim, o mestre dedica-lhes toda atenção e escutando tudo o que eles têm a dizer. Jesus escuta-nos pacientemente, pois quer que extravasemos o que vai em nosso ser.

Outra lição que esse texto ensina é que a Escritura sempre apontou para o sacrifício redentor de Jesus. É maravilhoso ver que Lucas diz que Jesus abriu e passou a discorrer e mostrar que tudo o que aconteceu foi para provar a veracidade da Escritura e mostrar que Deus não desiste do seu povo. Entretanto, o Senhor mostra que a chave hermenêutica é Ele mesmo. Sendo assim, quem deseja compreender às Escrituras, deve ler o texto buscando e olhando para Jesus.

Aprendo com essa narrativa que as grandes revelações acontecem à volta da mesa. Os discípulos insistiram com Jesus para que Ele ficasse com eles, pois já começava a escurecer. Eles vão partilhar uma refeição e ali, no momento da partilha, à volta da mesa, o Senhor pega o pão, agradeceu, partiu e deu a eles. Esse ato foi revelador, os olhos deles foram abertos e eles perceberam que era o Senhor. Deus se revela à volta da mesa, na partilha de uma refeição.

Por último, o texto ensina que é essencial partilhar com os demais o que o Senhor nos deu a conhecer. Esses dois regressaram para Jerusalém e foram partilhar com todos os que estavam reunidos, que o Senhor havia ressuscitado. Sim, é essencial partilhar com as pessoas o que o Senhor nos deu a conhecer.

Jesus se encontra conosco no caminho e faz a caminhada conosco para que possamos regressar para o nosso verdadeiro lar.


#Jesus #ressus

79 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo