Buscar

Praticante da felicidade


Quero viver muitos dias, quero desfrutar de cada momento, sempre com prazer, apesar de ter que enfrentar adversidades, mesmo que tudo à minha volta pareça desmoronar, quero manifestar graça e desfrutar de tudo aquilo que eu tenho. O apóstolo Paulo escreveu: “aprendi a ficar satisfeito com o que tenho” (Fp 4.11), não são as circunstâncias que determinam a nossa felicidade, não é o ter ou a falta que nos fará ser pessoas felizes, pois a felicidade reside em ser e ser de Deus e para Deus.

Sinceramente, quero ser alguém que tenha a capacidade de contagiar os demais e ao dizer isso, lembro do meu querido irmão, uma pessoa que era pura alegria, apesar das suas muitas lutas e dores. Ele foi uma pessoa tão marcante que alguém ao se referir a ele disse: “Ele era toda fanfarra, sem ser fanfarrão”. Sim, ele era pura alegria, sabia estar contente em toda e qualquer circunstância da vida e tinha um coração agradecido. É um desafio viver assim, apesar das lutas e circunstâncias e ao escrever isso, recordo do vídeo que recebi, onde uma jovem chega a sua casa toda destruída, abre o seu piano e deixa brotar uma linda melodia, mostrando que as circunstâncias, até podem ser adversas, mas elas não nos impedem de produzir beleza.


Quero estar satisfeito e viver satisfeito em toda e qualquer situação, mas a chave para que eu possa viver assim foi traçado pelo apóstolo Paulo que escreveu:


Como eu me alegro no Senhor por vocês terem voltado a se preocupar comigo! Sei que sempre se preocuparam comigo, mas não tinham oportunidade de me ajudar. Não digo isso por estar necessitado, pois aprendi a ficar satisfeito com o que tenho. Sei viver na necessidade e também na fartura. Aprendi o segredo de viver em qualquer situação, de estômago cheio ou vazio, com pouco ou muito. Posso todas as coisas por meio de Cristo, que me dá forças (Fp 4.10-13). 

Quais as lições que esse texto nos ensina?


A primeira lição que o texto ensina é que devemos exultar por aqueles que são solidários a nós. Paulo ensina que devemos ser gratos por aqueles que se fazem presentes em nossas vidas e, além disso, ficar felizes pelo cuidado que eles demonstram em relação a nós.

A segunda lição que o texto ensina é que não devemos ficar nos queixando, mas sim exultando pelo que temos. O apóstolo Paulo declarou que aprendeu a viver satisfeito com o que tinha, ou seja, não ficou se queixando pelo que não tinha. Portanto, o segredo reside em desfrutar daquilo que se tem, manifestando graça e ser feliz, sem se deixar aprisionar pelas circunstâncias.

Por último, o texto ensina que é Deus quem nos capacita a viver toda e qualquer situação da vida. O apóstolo declarou que a vida pode ser dura, há momentos de escassez, onde se passa por necessidade, mas também existem os momentos de muita abundância. Contudo, o apóstolo declarou que esses momentos são circunstanciais, passageiros, mas que é possível ultrapassá-los e viver feliz em toda e qualquer circunstância quando permitimos que seja Deus a nos fortalecer.

Moysés, meu irmão, esse era seu nome, foi fanfarra, pura alegria e contagiou a todos que conviveram com ele. A mulher do vídeo citado acima conseguiu fazer música apesar da destruição à sua volta e o apóstolo Paulo declarou que quem é fortalecido por Deus vive feliz em toda e qualquer circunstância. Portanto, que nunca permitamos que as circunstâncias nos atrapalhem e que possamos seguir pela vida sendo praticantes da felicidade.

163 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo