top of page
Buscar

Quem merece levar pedrada?


O cantor, poeta, romancista e dramaturgo Chico Buarque, é sem sombra de dúvidas, um dos maiores compositores vivos da MPB. Suas rimas são ricas, suas temáticas continuam atuais e refletem não apenas a realidade brasileira, mas retrata a humanidade de forma geral. Enquanto ouvia a canção Geni e o Zepelim, recordei da história da mulher que fora apanhada em pleno ato de adultério e foi levada perante o Senhor Jesus. Leiamos o texto:


“Jesus voltou ao monte das Oliveiras, mas na manhã seguinte, bem cedo, estava outra vez no templo. Logo se reuniu uma multidão, e ele se sentou e a ensinou. Então os mestres da lei e os fariseus lhe trouxeram uma mulher pega em adultério e a colocaram diante da multidão. “Mestre, esta mulher foi pega no ato de adultério”, disseram eles a Jesus.A lei de Moisés ordena que ela seja apedrejada. O que o senhor diz?” Procuravam apanhá-lo numa armadilha, ao fazê-lo dizer algo que pudessem usar contra ele. Jesus, porém, apenas se inclinou e começou a escrever com o dedo na terra. Eles continuaram a exigir uma resposta, de modo que ele se levantou e disse: “Aquele de vocês que nunca pecou atire a primeira pedra”. Então inclinou-se novamente e voltou a escrever na terra. Quando ouviram isso, foram saindo, um de cada vez, começando pelos mais velhos, até que só restaram Jesus e a mulher no meio da multidão. Então Jesus se levantou de novo e disse à mulher: “Onde estão seus acusadores? Nenhum deles a condenou?.Não, Senhor”, respondeu ela. E Jesus disse: “Eu também não a condeno. Vá e não peque mais”. (Jo 8.1-11). 

Quais as lições que aprendemos com esse texto?


A primeira lição que o texto ensina é não se pode utilizar quaisquer meios para alcançar determinado fim. O texto deixa claro que tal atitude foi para apanhar Jesus em uma armadilha. Portanto, os mestres da lei e fariseus, não tiveram pejo algum de expor uma mulher perante o Senhor e a multidão que estava à sua volta. A verdade é que aqueles homens não estavam preocupados com o adultério cometido pela mulher, pois tal pecado apenas o meio que eles utilizavam para apanhar o Senhor Jesus. O fato é que, na vida, não podemos por em prática a lei do vale tudo para alcançarmos os nossos objetivos.


A segunda lição que o texto ensina é que Jesus não se deixa levar pelo julgamento alheio. O texto declara que líderes religiosos desejavam apanhá-lo e condicionavam a Escritura aos seus interesses ao apresentarem aquela mulher perante Ele e com a sentença elaborada. Entretanto, o Senhor não se preocupou com a opinião dos outros e não fez o seu julgamento baseado na opinião alheia, o Senhor é justo e, por isso, perante Ele, podemos ter a certeza que seremos julgados de maneira justa e graciosa.


A terceira lição que o texto ensina é que todo aquele que avalia a sua vida percebe que merece ser apedrejado. O texto é magnífico, pois diante da insistência dos líderes religiosos, o Senhor fez com que eles deixassem de olhar para a mulher e, parassem e olhassem para eles mesmo e quando o fizeram, perceberam que eles estavam condenados e que mereciam ser apedrejados. Portanto, antes de julgar os outros, antes de condenar e jogar pedra nos outros, olhe para a sua própria vida e lembre-se que pode ter alguém pronto para lhe apedrejar também.


Por último, o texto nos ensina que Jesus está pronto para nos resgatar e perdoar. Os acusadores foram embora e ficaram a mulher e o Mestre no meio da multidão que pôde entender que o evangelho é graça e perdão. O Senhor restaurou a mulher e enviou-a para casa dizendo que ela não pecasse. Assim, a multidão pôde entender e aprender que a justiça de Deus é restauradora e nunca destruidora.


A canção de Chico Buarque mostra-nos um povo ingrato que tem prazer em maltratar a Geni. O evangelho nos mostra a história de uma mulher adúltera que foi agarrada por religiosos alimentados pelo ciúme e inveja, que não se importavam com a vida dela e apresentam-na ao Mestre dizendo que ela deveria ser apedrejada. Entretanto, o Mestre fez com que eles olhassem para si próprios e eles se viram condenados. A questão que fica é: Quem merece levar pedrada?

101 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page