Buscar

Ser Pai



O dia de ontem foi considerado o dia dos pais no Brasil e como tal, é normal ver pais serem homenageados, receberem mensagens de felicitações e de um momento para o outro, parece que todos os pais se tornam verdadeiros exemplos para os filhos.

Na pós-modernidade, os absolutos foram postos em causa, as instituições perderam o seu significado e a família foi reconfigurada. Sendo assim, a figura paterna em nossa sociedade está diluída. Os pais dos dias atuais no máximo chegam, e quando chegam, a ser amigos dos filhos, já não exercem autoridade, não são os heróis e os modelos, pois numa sociedade sem referenciais, até os pais deixam de ser modelos para os filhos.

Ser pai é ser o provedor e aquele que instrui o filo no caminho que deve andar. É uma pessoa que incute valores e prioriza os filhos muito mais do que a sua própria vida profissional, pois nenhum sucesso pessoal vale o fracasso da família.

A realidade paterna vai muito além do cuidado dos filhos. Portanto, ser pai é dedicar tempo à esposa e demonstrar amor a ela, para que os filhos possam ver e perceber qual é o padrão de Deus para a família, modelo que está fundamentado na igualdade e precisa ser vivenciado em harmonia. Pai é aquele que na vida familiar vive com graça, desfrutando das pequenas coisas, pois como canta Sérgio Godinho: “A vida é feita de pequenos nadas”, mas são esses pequenos detalhes que fazem a diferença e marcam o dia a dia do filhos.

Ser pai é se fazer presente e aqui, lembro-me de um comercial que havia na época de minha adolescência que dizia: “ Não basta ser pai, tem que participar!” E esta declaração é a pura verdade. O verdadeiro pai é aquele que participa não apenas da vida do filho, mas da vida do lar. Não é apenas um expectador, mas alguém presente que faz parte das atividades da família. É uma pessoa que para e brinca com os filhos e ama-os acima de sua carreira profissional, pois tem consciência de que o sucesso profissional jamais substituirá a dor do fracasso familiar.

Ser pai é viver o presente e desfrutar de cada momento, mas sem projetar sua relação com os filhos para o futuro. É uma pessoa presente e não apenas um ser que oferta presentes. Ele vive o momento, pois não há certeza de futuro, até porque a vida é breve e talvez não haja futuro para desfrutar da companhia deles. Portanto, pai é aquele que não abdica do tempo em família e muito menos o prazer de desfrutar da companhia dos seus filhos.

O que é ser pai?

É ser o herói dos seus filhos, um pequeno deus, mas acima de tudo, ser a imagem do Deus verdadeiro que ama, protege e provê todas as coisas, isso porque, o conceito e a imagem que os filhos têm dos pais é a imagem que eles desenvolvem de Deus. Portanto, pais precisam ser bondosos, perdoadores, clementes para que os filhos tenham um conceito correto de Deus. Pais, devem ser modelos e devem ensinar os filhos a amarem a Deus e acima de tudo, estar presente na vida dos filhos, a Escritura diz: “Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força. Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te. Também as atarás como sinal na tua mão, e te serão por frontal entre os olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa e nas tuas portas.” (Dt 6.4-9).


Foi este tipo de pai que procurei ser e que tipo de pai tu desejas ser?


#vida #pai #Deus

61 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo