Buscar

Súplica por um amigo



O Senhor Jesus sempre recebeu as pessoas que se dirigiram a Ele e além do mais, Ele teve a capacidade de romper as barreiras e buscar aqueles que seu povo não considerava digno. Portanto, o Mestre mostrou que perante Deus, todos são dignos de receber a misericórdia e a graça do Pai. Encontro um momento desses no evangelho de Marcos e é de uma beleza enorme a narrativa, pois mostra o amor do Mestre, mas também o amor que nutrem os verdadeiros amigos. Vejamos o texto:


Jesus saiu de Tiro e subiu para Sidom antes de voltar ao mar da Galileia e à região das Dez Cidades. Algumas pessoas lhe trouxeram um homem surdo e com dificuldade de fala, e lhe pediram que pusesse as mãos sobre ele e o curasse. Jesus o afastou da multidão para ficar a sós com ele. Pôs os dedos nos ouvidos do homem e, em seguida, cuspiu nos dedos e tocou a língua dele. Olhando para o céu, suspirou e disse: “Efatá!, que significa “Abra-se!. No mesmo instante, o homem passou a ouvir perfeitamente; sua língua ficou livre, e ele começou a falar com clareza. Jesus ordenou à multidão que não contasse a ninguém, mas, quanto mais ele os proibia, mais divulgavam o que havia acontecido. Estavam muito admirados e diziam repetidamente: “Tudo que ele faz é maravilhoso! Ele até faz o surdo ouvir e o mudo falar! (Mc 7.31-37). 

Vejamos as lições que aprendemos com esse texto:


A primeira lição que o texto apresenta é que a graça de Deus se estende para todas as pessoas. O texto mostra-nos o Mestre dirigiu-se para fora de Israel, foi para as regiões de Tiro e Sidom, ou seja, terras além-fronteiras mostrando que todo ser humano é digno da graça de Deus.


Os religiosos, os nacionalistas, achavam que Deus estava confinado e que estrangeiros não eram dignos, mas o Senhor vem e mostra que toda gente é digna do amor de Deus.


A segunda realidade que esse texto apresenta é que os verdadeiros amigos levam os seus amigos que sofrem até Jesus e suplicam por eles. O texto é interessante, pois afirma que Jesus atravessou o mar da Galileia e, chegando do outro lado, algumas pessoas vieram até Ele, trazendo um amigo que era surdo e gago e suplicam ao Mestre para que o cure.


Amigos verdadeiros fazem de tudo para que o amigo fique bem. Portanto, o texto nos mostra que esses amigos levam até o Mestre seu amigo e clamam para que Ele intervenha na vida do amigo. Que bom seria que nossos amigos apresentassem nossas vidas em súplica perante o Mestre.


Por último, aprendemos que é preciso buscar Jesus por quem Ele é e não pelo que ele pode oferecer e fazer. O Senhor falou para que não divulgassem o que havia ocorrido porque o Senhor não desejava ser um milagreiro. O mestre deseja ser reconhecido como o Senhor, o Deus encarnado.


Esse relato nos mostra um grupo de pessoas que souberam que Jesus estava em suas terras e por isso, levaram seu amigo perante o Mestre e, clamaram para que ele fosse curado. Portanto, faça o melhor pelos seus amigos e apresente-os ao Senhor e suplique pela vida deles ao Senhor que está pronto para ouvir à sua súplica.


#Jesus #amizade

69 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo