top of page
Buscar

Um toque transformador



Augusto Cury, em sua análise da inteligência de Cristo, escreveu o livro “O Mestre da sensibilidade” e nesse livro, afirmou que Jesus “Era um maestro da sensibilidade e um agradável contador de histórias”. Um dos momentos que podemos ver a sensibilidade do Mestre encontra-se no evangelho de Marcos, que podemos ler a seguir:


Quando chegaram a Betsaida, algumas pessoas trouxeram um cego a Jesus e lhe pediram que o tocasse. Ele tomou o cego pela mão e o levou para fora do povoado. Em seguida, cuspiu nos olhos do homem, pôs as mãos sobre ele e perguntou:Vê alguma coisa?. Recuperando aos poucos a vista, o homem respondeu: “Vejo pessoas, mas não as enxergo claramente. Parecem árvores andando”. Jesus pôs as mãos sobre os olhos do homem mais uma vez, e sua visão foi completamente restaurada; ele passou a ver tudo com nitidez. Então Jesus se despediu dele e disse: “Ao voltar para casa, não entre no povoado. (Mc 8.22-26). 

Quais são as lições que esse texto nos apresenta?


A primeira lição nos mostra que a sensibilidade do Mestre é vista ao atender à súplica que lhe é feita. O texto mostra que as pessoas suplicam para que o Mestre toque um cego, que foi levado até o Senhor Jesus. É magnífico perceber que o Senhor simplesmente foi em direção ao cego e o tomou pela mão. Esse fato é demonstrador da sensibilidade de Cristo, pois para uma pessoa cega a sua percepção se dá em muito pelo toque.


O texto mostra que o Senhor atendeu ao pedido das pessoas e tocou o cego, não apenas isso, levou-o para um lugar sossegado onde pôde ficar somente os dois. Quanta sensibilidade do Mestre!


A segunda lição mostra-nos que o cuidado de Cristo é personalizado. O Senhor não apenas atendeu ao pedido das pessoas, mas pegou o cego pela mão, levou-o para fora e ficaram apenas os dois. Portanto, um momento privado, individualizado que nos mostra que o Senhor se preocupa com cada pessoa de maneira única.


Jesus cuida de cada pessoa de maneira personalizada, única. O cego, ao ser levado até a presença de Cristo, por Ele foi tocado para que pudesse ser tratado.


Por último, percebemos a sensibilidade do Mestre ao restaurar plenamente a saúde ao cego. Sim, o Senhor Jesus faz com que as coisas fiquem nítidas. É interessante ver que o Senhor põe as suas mãos sobre os olhos do cego e o texto diz que ele ficou vendo nitidamente.


Jesus é o mestre da sensibilidade e em sua sensibilidade e amor em relação ao ser humano, atende ao clamor das pessoas e, além do mais, por amá-las vai ao seu encontro, tomando-as pela mão e restaurando-as. Por fim, o Mestre deseja que todos fiquem bem.


#Jesus #ensinamentos

90 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page